Hortas e Composteiras

Home / Projetos / Hortas e Composteiras

O Projeto iniciou em 2015 com apoio das crianças, servidores e comunidade da Escola Municipal Prof. Ada Sant’Anna da Silveira – Bairro Paranaguamirim, onde foi revitalizada a horta para utilização da comunidade local, com intuito de incentivar a produção e consumo conscientes, diminuição dos desperdícios nas refeições, e adubação orgânica por meio da compostagem. Este projeto foi realizado durante uma ação de âmbito nacional dos Engenheiros Sem Fronteiras, onde todos os núcleos do país deveriam transformar uma mudança de atitude na comunidade local, buscando disseminar os valores da instituição.

 

No ano de 2016, o projeto cresceu e junto com o projeto Escola EficienteLixo Zero construímos e revitalizamos hortas e composteiras nas escolas E.M Júlio Machado da Luz, E.M. Aluizius Sehnem, E.E.B. Presidente Médici, E.M. Edgar Castanheira e E.M. Anaburgo.

 

Em 2017, devido a grande procura de escolas públicas de joinville por hortas e composteiras no Banco de Projetos, decidimos criar um projeto voltado somente para este assunto. Assim, engenheiros ambientais e agrônomos do núcleo estão criando um planejamento para a capacitação dos funcionários das escolas de como criar e manter as hortas e compoteiras. Desta forma o projeto continua mesmo com a saída da ONG das escolas. O planejamento ainda está em andamento, e será aplicado a partir de setembro.

 

Dicas sobre hortas e compoteiras:

Faça a sua horta em camadas!

 

Este projeto contribui para os seguintes objetivos da Agenda 2030 da ONU.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

            Composteira na EM Júlio Machado da Luz (2015)
                                Horta com estrutura de bambu na EM Aluizius Sehnem (2016)
                             Montagem de composteira com alunos do CEI Ciranda Cirandinha (2017)
                                Horta revitalizada com as crianças na EM Edgar Castanheira (2016)
                                                                        Horta revitalizada na EM Prof. Ada Sant’Anna da Silveira (2015)

SalvarSalvar

SalvarSalvar